O humilde trovador das belezas de nossa terra

Tempo e vento – 1995

Ensaios poéticos. 70 páginas.

O autor utilizando a ação poética, faz digressões sobre o tempo e o vento. Trabalha com metáforas no tema tempo contrapondo o vento, e vice versa.

Tenta o autor na sua obra, levar o leitor a reflexões sobre o tema tempo e vento.

TEMPO E VENTO

“Este senhor vento
soprou entre os dentes da primavera
brisas refrescantes,
aplacando o calor
da senhora Terra,
no seu tempo de menopausa”

“Envelheci
na juventude do tempo,
onde minha vida
passou como vento,
rápido deixando rastros
de vento no tempo
“Nos olhos do tempo
mensagens ficaram gravadas.
Algumas graniticamente,
outras nas páginas do vento”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: